5 Respostas :: Quer Ser Escritor?

Como falei ontem, bolei uma postagem dedicada aos marujos de primeira viagem para encerrar o ano. Ela nasceu na resposta de um e-mail para a Carol, uma Aprendiz de Escritora muito simpática e audaciosa que entrou em contato por e-mail.

Como as perguntas dela resumem as dúvidas da maioria dos Aprendizes que me procuram por  e-mailtweetscrap ou comentário, pedi permissão para publicar tudo por aqui e aproveitar a deixa para dar uma mãozinha aos outros Aprendizes que aportarem.

Mantive a resposta na íntegra pra quem leu o e-mail da Carol na postagem anterior e ficou curioso. Também destaquei as perguntas como subtítulos para quem quiser ir direto ao assunto.

Boa leitura!

Olá Carolina!

Nossa, eu queria que vc tivesse visto a minha cara quando, por causa do seu e-mail, eu fiz o teste de colocar a palvara “escritor” no Google e descobri que o meu blog aparece logo antes do site oficial do Paulo Coelho! Caramba, ANTES! Eu dei PULOS de alegria! Além de toda divulgação que isso pode vir a gerar, como o seu e-mail comprovou, tem o fato dessa descoberta ter acontecido através do contato de um leitor (ou leitora, no caso, rs), e vc não imagina como eu fico contente quando recebo um e-mail de um leitor! Ah! E tem também tem o fator “história adquirida”! Essa vai ser uma ótima história pra contar sobre o meu blog.

1. O curso de formação de escritores é uma pós graduação, certo?  Então eu queria saber qual curso superior vc concluiu antes dessa pós?

Bom, eu sou formado em Design Multimídia pelo SENAC. Sempre tive paixão por internet e arte em geral. Particularmente, descobri minha vocação pra escritor bem tarde, comparado a algumas pessoas que eu conheço que escrevem desde os 10 ou 15 anos, como é o seu caso. Ler e escrever sempre foram coisas naturais pra mim, eram passatempos! Embora eu sempre tenha me destacado nas redações escolares, nunca tinha passado pela minha cabeça “ser escritor”, por assim dizer. Descobri essa vocação em meados de 2008 e, se soubesse disso antes, talvez tivesse escolhido outra formação acadêmica como fizeram muitos dos meus colegas de classe. A maioria deles é formado em Letras ou Jornalismo. No entanto, minha formação como designer tem somado muito à minha carreira como escritor, principalmente na forma como meu processo criativo funciona e servindo até como um diferencial de estilo e postura literária. Mas isso é papo pra outra hora.

Se eu estivesse com a sua idade e tivesse no meu espírito toda a certeza que eu tenho hoje de que o que eu quero na vida é ser escritor, eu certamente procuraria o curso de Formação Superior para Escritores e Agentes Literários da Unisinos, lá em Porto Alegre. Dê uma olhada:

http://www.unisinos.br/formacao_especifica/escritores/

Essa é a minha dica!

2. Se manter como escritor no Brasil é mais difícil do que como qualquer outra variação de artista? Se sim ou se não, por quê?

Sim, ser escritor no Brasil é uma tarefa complicada. No entanto, com a situação atual do emprego no país, não tenho certeza do quão diferente as coisas estão com relação às demais carreiras. Muitos literatos que conheci têm carreiras paralelas que subsidiam e até patrocinam suas atividades como escritores. A maioria são redatores, revisores, editores, tradutores, e até advogados, médicos ou engenheiros (ou webdesigners, como eu!) e eles usam essa carreira para pagar as contas, desenvolvendo a atividade de escritor em paralelo, já que ela demora um pouco mais a dar os frutos necessários para pagar o aluguel.

Existem vários motivos que dificultam os passos de um aprendiz de escritor. Primeiro, que nosso país tem mais gente escrevendo do que lendo. Dê uma boa olhada na pesquisa “Retratos da Leitura”, do Instituto Pró-Livro para ver só uma coisa. Além disso, o livro é artigo de luxo (ninguém morre se ficar sem ele), então vc tem que ter, além do talento, um tino de marketing bem acurado e caprichar no networking pra se destacar da massa e ser escolhido pelas editoras e leitores.

Segundo, que o país tem uma visão romantizada do escritor, ligada à boemia e a um talento que “não se ensina em escola”. Embora na europa os cursos superiores para escritores já sejam muito comuns em grandes universidades como Harvard, aqui no Brasil ainda são vistos com maus olhos. Cansei de ouvir coisas como “o que vc vai fazer com um diploma de escritor”? Entretanto, não me intimido. Assim como é possível ter um diploma de artista plástico e cineasta, acredito que um diploma de escritor prova o que precisa provar: que você frequentou aulas e se dedicou de corpo e alma a aprender um ofício com professores de alto calibre num ambiente acadêmico e que tem grandes aspirações profissionais a esse respeito.

Por último, assim como em toda profissão, todo escritor precisa, antes de qualquer outra coisa, ser apaixonado e obstinado pela sua vocação. Mais do que as demais profissões, a arte da escrita é um ato solitário que demora a ser disciplinado e precisa ser praticado diariamente para ser dominado. Pra ilustrar, um dos meus professores, o fabuloso Nelson de Oliveira, me disse que “parar de escrever uma historia é muito fácil, obstáculos não faltam, o difícil mesmo é terminá-la”. Acredito piamente que essa disciplina diária da escrita é o caminho mais curto na direção do sucesso e, como aprendiz que sou, estou em busca disso.

3. Qdo vc está na rua e tem uma idéia pra criar um texto, o que vc faz?

Muitos amigos escritores e professores da faculdade me aconselham a andar com um caderno ou bloco para fazer anotações. entretanto, eu ODEIO escrever à mão, rs. Por conta disso, aproveitei minha afinidade na área de tecnologia para criar outras ferramentas de anotação. Atualmente, eu tenho um celular bacana que grava voz e tem um mini teclado compacto (similar a esse onde estou escrevendo no computador) que me permite fazer anotações breves. Como eu tenho vergonha de ouvir minha prória voz, eu prefiro usar as notas digitadas no aparelho, mas aos poucos estou me acostumando com as gravações: elas são bem mais ágeis e até mais divertidas quando feitas entre amigos. Às vezes, as pessoas me vêem pela rua falando de dragões e zumbis ao celular e fazem uma cara meio estranha, mas eu nem ligo!

O fato é que vc PRECISA criar um jeito de anotar as suas idéias, pq, se bobear, elas vão embora mesmo! No começo eu achava que era besteira e que eu lembraria das coisas conforme fosse começando a escrever e retomando o assunto, mas não é verdade. Quando criei o hábito de fazer anotação eu percebi quantas idéias boas eu teria perdido se não as tivesse anotado do jeito que elas vieram ao mundo. Ah! E isso também cria outra coisa curiosa, que é o fato de você poder comparar a obra finalizada com a idéia original: parece brincadeira de telefone sem fio!

4. Quais dicas que vc me daria pra enriquecer minha base como escritora? Ou melhor, o que vc faria, com a minha idade, pra acelerar sua formação como escritor?

A escritora Tatiana Belinky (leia uma entrevista dela pelo meu amigo Marcelo Maluf) dá três conselhos que eu acho que são primordiais pra qualquer canditado a escritor: “Leia, leia, leia!”. A leitura vai te fazer compreender o verdadeiro alcance da literatura e te dar um entendimento maior das ferramentas que um escritor têm a mão. Ser escritor é diferente de contar histórias. Um contador de histórias dispõe de recusos com sua audiência que o escritor não possui, e vice versa. São artes irmãs, mas completamente diferentes.

Além desse conselho da Tatiana, eu lhe daria um segundo conselho que é: “Escreva, escreva, escreva!”. “Treinar” a escrita é como fazer exercício numa academia: quanto mais se faz, melhor e mais potente se fica. Para fazer outra metáfora, não importa o quanto vc estude kung fu ou bicicletas, só vai aprender a lutar ou pedalar quando arregaçar as mangas e sair a campo para se exercitar. Com as letras é igualzinho!

5. Se vc quisesse convencer alguém a escrever que argumentos vc usaria?

Bom, se eu tivesse que “convencer” um Aprendiz de Escritor a escrever eu certamente mudaria de idéia e o aconselharia a procurar sua verdadeira vocação. Quando se é escritor, a vontade de escrever é forte demais. É lógico que todo escritor passa por períodos de adaptação até de carência, mas a disciplina literária vai ajudando a contornar esses obstáculos. Todavia, me parece que essa sede de escrever é incontrolável para quem é autêntico no ofício das letras.

Para os escritores que ainda estão “travados” ou começando, eu diria que o melhor jeito de gostar de escrever é lendo. Nesse sentido, a literatura é bem similiar à arte de contar histórias: o melhor jeito de causar a vontade de contar histórias em alguém é contando uma boa história a essa pessoa. Nesse ponto, o conselho da Sra. Belinky é fundamental e acaba virando técnica: para querer escrever, basta ler muito!

Bom, demorei alguns dias para responder (na verdade quase uma semana toda) porque quis pegar sua carta com calma e respondê-la com o carinho e a atenção que ela merece. Muito obrigado por ter escrito e espero que as minhas dicas (de aprendiz, para aprendiz, que fique bem claro!) lhe sejam úteis nessa jornada que se inicia. Seja sempre bem vinda ao Aprendiz de Escritor e aguardo mais notícias sobre sua carreira, quem sabe não leio alguma coisa sua em breve?! Seria um prazer!

Por último, gostaria de fazer um pedido a você: suas dúvidas certamente são as dúvidas de muitos outros aprendizes de escritores que estão perdidos por aí. Eu queria sua permissão para publicar essa nossa troca de perguntas e respostas como uma postagem lá no blog para que isso ficasse disponível para outras pessoas também se aproveitarem das dicas. Lógico que, caso você se sinta mais confortável, eu posso manter seu nome em sigilo (assim como farei com seu endereço de e-mail, pode ficar tranquila), mas seria um prazer transcrever essa experiência que estamos tendo lá pelo blog para que outros aprendizes de escritores possam se beneficiar dela.

E aí? O que me diz? :-)

Um forte abraço e muita luz!

82 comentários sobre “5 Respostas :: Quer Ser Escritor?

  1. oi ,meu Nome é gislaine eu amoescrever e ler desde pequena e o que mais gosto por isso quero ser escritora muitos falam que e uma profissão incerta que não da muito dinheiro mais e o que ,me deixa feliz e isso gosto de escrever sobre tudo um pouco vejo e imagino .

  2. oi,td bom?,bem resumindo a historia eu me chamo vitoria tenho 14 anos ,sou filha de pais separados ,oque acabou causando um fechamento de sentimentos em mim,e a unica forma que eu consigo me expressa e atraves das palavras escritas ,sei que sou muito jovem ,mais essa e unica forma que eu encontrei de liberar meus sentimentos de eu ser eu mesma ,pois eu vivo em um mudo ipocrito onde as pessoas so se importam com elas mesma ,quem me ver acha que eu sou uma adolecente nrmal e feliz,mais ninguem sabe as does profundas que carrego em minha alma,eu so encotro minha libertaçao quando eu leio ou quando escrevo oque eu sempre adorei fazer ,sei que existem muitas adolecentes que estam no mesmo estado que me encontro ,mais cada uma pass por esperiencias diferentes .Eu queria escrever um livro que eu conseguise deabafa minha angustia mais sem eixar o livro melancolico eu gostaria de escrever algo que prendesse a atençao do publlico,mais tenho muitas duvidas ,ja perdi a conta de quantos começos de livros eu fiz ,eu gostaria que a senhora me ajudasse a me expessa melhor ,gostaria de algumas dicas de como criar um livro agradavel,emocionante de ler ,obrigado pelo seu tempo .
    Atenciosamente:Vitoria
    P.S:por favor nao demore e desculpe o incomodo

  3. Oi. Eu tenho 16 anos e minha paixão pela leitura começou com nove, se bem me lembro, depois de ler “A bolsa amarela” (foi este o livro que me encaminhou para o vício). Sinceramente não lembro quando comecei a escrever, foi algo tão espontâneo e íntimo que parece que nunca foi diferente. Escrevi algumas fanfics (das quais me envergonho muito, mas que foram fundamentais para a evolução da minha escrita) e tentei desenvolver algumas histórias originais, mas acabava empacando por medo. Medo de não dar certo, de não ser boa o suficiente, mesmo que muitas pessoas tenham elogiado minha escrita e nunca tenha ouvido críticas negativas em relação ao que escrevia, mas também nunca tive coragem de mostrar minhas histórias, porque considerava algo muito pessoal. Agora estou escrevendo algo que penso ter potencial para ser publicado e tudo mais, até tive coragem de mostrar para algumas pessoas e me entusiasmei com o fato de todos terem adorado, mas ainda sinto-me insegura e impotente para publicar um livro. Não sei se conseguiria.

  4. Olá , eu tenho 12 anos e amo escrever , queria mostrar para as pessoas o que eu escrevo , me indica um site ou um blog? please !

  5. Gostei muito das abordagens que foi feita em todo texto, sem sombra de duvidas, me serviu muito, tirou umas dúvidas que eu tinha e vi semelhanças das que acontece comigo quando tenho inspirações, idéias enfim, artigo muito bom, parabéns!.

  6. Olá, meu nome e Maxine tenho 20 anos, e eu amo muito escrever deixei essa minha vocação de lado pra fazer outra faculdade,pode parecer estranho pois eu estou quase me formando em Nutrição rs, e de uns tempo pra cá venho tento um mar dr idéias na qual acredito que pode sim ser uma boa história, mas eu tenho vergonha de mostrar para as pessoas, tenho medo de que elas me achem boba , nao sei sou timida. Queria saber se você teria assim, algum conselho para mim? Alguma dica que possa me fazer crescer nessa minha vocação.

  7. Olá, meu nome é Adson tenho 22 anos sempre gostei muito de ler ,passo boa parte do meu tempo mergulhado e histórias medievais e de ficção tenho paixão por livros de magia , super heróis e deuses antigos , ler sempre foi uma paixão e peguei um gosto e tanto pela escrita nesses últimos tempos. E estou com uma dúvida de qual faculdade é melhor para melhorar meu conhecimento na área Letras ou LIteratura ? E já queria aproveitar e dizer que gostei bastante das respostas das outras perguntas que lhe fizeram e me ajudaram bastante já até peguei o hábito de anotar qualquer ideia que me venha a mente.

  8. Ola, primeiramente obrigado pela atenção.
    Bem, me chamo Lucas, tenho 18 anos e estou passando por alguns problemas ao elaborar alguns textos. Tenho ótimas ideias, porem as começo e quando estou no meio da historia/conto, me perco e não consigo dar continuidade. Se puder me dar alguma dica ou algo que me esclareça ficarei muito grato *-* boa tarde.

  9. Tenho 13 anos, e tento escrever livros desde os sete. É claro que não saía de mais, apenas historinhas bobas e sem sentido de criança pequena. Eu fui tentando, tentando, começava a escrever uma história, parava:escrevia outra, parava… Até que veio a inspiração. Comecei a escrever uma história, e, pelo menos até agora, não enjoei dela. O único problema, é que, eu acho que eu to escrevendo mal. Sabe, eu gostaria de fazer as pessoas sentirem emoções ao lerem minha história, quero que elas morram de rir, não de tédio. A verdade é que, se para escrever precisa ter dom, acho que eu não tenho. Mas ser escritora é meu sonho, e eu não quero desistir dele, não posso desistir. Preciso de ajuda. Alguém me pode me dar um concelho?

  10. oi sempre amei ler e escrever, meu único problema quando estou escrevendo uma historia é que nunca consigo termina-la, fico um bom tempo sem escrever e depois paro então me surge outra ideia e começo escrever outra historia, queria dicas para resolver esse problema. tenho outra duvida, sou estudante de gastronomia, e pretendo me formar nessa profissão, sera que posso ser escritora também, levar a escrita como um hobe?

  11. Bom…Boa tarde, me chamo Beatriz tenho 17 anos e eu amo escrever e ler. O primeiro livro que me incentivou a ler foi ”Ana e o beijo francês” esse livro deu o pontapé inicial na aventura que é a leitura. Depois de ler vários livros eu descobrir que também amo escrever, não sei se você sabe mais existe um aplicativo chamado Wattpad, onde escritores iniciantes ou desconhecidos podem publicar suas obras e até torná-los livros físicos. Eu publiquei meu livro e por incrível que pareça ele já chegou a 44 mil leituras. Fico muito feliz por isso. Mais eu queria me tornar uma escritora mesmo, publicar meus livros e vê-los em alguma livraria. Mas as vezes não me sinto confiante.
    Queria pedir uma dica para saber se estou mesmo no caminho certo, pois amo muito escrever e tenho várias ideias.

  12. Oi boa tarde, tenho 15 anos, gosto muito de escrever tenho 45 poemas e 6 livros. 5 livros incompletos e um quase. Escrevo muito ficção fantástica. Estou quase terminando a escola e estou com dúvida o que fazer quero ser escritora mais não sei se tenho esse talento. Queria uma dica ?

  13. ola meu nome e Brenda Lorrayne tenho 16 anos, desde pequena meus amigos me falavam que eu poderia ser escritora,minha professora então sempre me dizia que meus textos eram os melhores,por eles hoje sei quem eu sou, sou apaixonada por essa arte de escrever,ler ,quando eu escrevo parece que nem nesse mundo eu estou,so queria algumas dicas pra começar,arrebentar e mostrar quem eu sou………

  14. escritores deviam ser valorizados. como havia postado em uma rede social minha, escrever é gratificante, expressar tudo o que sente através das palavras, escritor tem a mente leve, aberto, tem o pensamento magico! bom, qualquer coisa, vocês podem me adc no facebook, aceito todos, Giovanna Somerhalder. e sucesso ! <3

  15. Olá, brinco que sou uma escritora mirim, tenho 13 anos e amo escrever. Tenho medo do que podem dizer, mas tento me controlar.
    Um dos meus centros de atenção é uma folha, uma folha em branco. Prefiro escrever a mão ao digitar, claro que tem seus obstáculos escrever a mão, mas não consigo imaginar uma escrita sem isso.
    Tenho algumas perguntas para fazer.
    Há limites para escrever histórias?
    Livros bastante grandes entediam o leitor?
    Existe idade certa pra publicar livros?
    Espero que me responda
    Grata

  16. Oi eu tenho 14 anos eu quero muito se torna um escritora profissional desde de 10 anos eu gostava muito de asistir fimes ouvir muitas musicas e desenho e eu ja tinha o jeito mas so que eu ainda nao tinha descobrido isso em mim quando foi com doze anos eu imaginava coisas e comecei a escrver filmes compor musicas e novelas poemas frases hoje eu estou com 4 filmes que eu escrevir o primeiro e o amor de irmao e pra sempre o segundo e a luta pelo grande amor o terceiro e a oracao pelo um resgate o quatro e o acampamento do vovo eu me inspirei em floresta paisagem arvores e todos meus filmes e basiado em floresta e escrevir uma novela e cause familia e compus 11 musicas eu queria muito difulgar o meu talento meu trbalho minha obra prima eu nao estou aqui por causa de dinheiro nao e verdade eu estou aqui por que eu amo escrever a a muito tempo eu queria pro sbt mas nao conseguia eu tentava mas nao dava certo mas ate hoje tenho esperanca qur um dia vou subir um dregrau da vida

  17. ola eu sou francisca alves escritora romancista e eu escrevi um livro “paixao escondida “no qual estou me dedicando para pública lo…estou maravilhada com o fato de descobrir esse mundo …..estou escrevendo um outro livro “amantes”e de verdade to muito emocionada com o fato de está vivendo uma coisa especial q é para ser escritora…obrigada e beijos

  18. oi eu tenho 20 anos,sou da cidade de miguel alves PI e eu queria falar da minha paixao pela escritura..eu escrevo desde os 16 só que em diiarios e só depois de muito tempo eu comecei a ver a minha capacidade de escrever um livro ..e eu consegui e o resultado foi excelente …eu amo meu trabalho ..amo ler..escrever..minha paixao é simplesmente isso escrever…obg a tods pela oportunidade ..entrem em contato comigo ..posso explicar melhor meu trabalho…um imenso beijo da escritora !!!

  19. Olá tenho 20 anos e dês de criança sou apaixonada por leitura e quando criança escrevia várias histórias com o tempo e a correria do dia a dia deixei de ler e nunca mais escrevi mais sei que melhor maneira que eu tenho para me expressar é escrevendo então gostaria de saber qual o primeiro passo para ser um escritor pois quero voltar a escrever !obg pela atenção Bom Dia !

  20. Nossa eu adorei essa postagem!
    Eu tenho ideias sobre livros, que me vem muito rápido e eu acabo até as escrevendo. Amo muito ler, gosto da ideia de saber que isso vai muito me ajudar com a carreira de escritora.
    Eu estou no 3¤ ano do ensino Médio, e sempre bate a dúvida do que eu vou querer pra minha vida… Mas eu acho que já sei. Não posso desvalorizar as minhas ideias, obrigada pelo o esclarecimento!

  21. Ola,muito prazer, me chamo thais tenho 15 anos e com certeza amo escrever…ou seja quero ser escritora ja comecei a escrever uma historia ela se chama goodbye e eu quero e espero conseguir fazer 3 ou 4 volumes.
    depois que eu acabar de fazer todos os volumes espero conseguir fazer o filme…è o meu sonho…obgd por me ouvir ou melhor dizendo me ler…muito obrigado.

  22. Ola,muito prazer, me chamo thais tenho 15 anos e com certeza amo escrever…ou seja quero ser escritora ja comecei a escrever uma historia ela se chama goodbye e eu quero e espero conseguir fazer 3 ou 4 volumes.
    depois que eu acabar de fazer todos os volumes espero conseguir fazer o filme…è o meu sonho…obgd por me ouvir ou melhor dizendo me ler.

  23. Bom, como eu já percebi que você não responde mais aos comentários (talvez até já tenha aposentado o blog), vou me resumir a agradecer pelos posts. Eu gosto de escrever desde que entrei no Ensino Fundamental, e levo isso a sério desde os 12 anos. Na época, meus textos eram horríveis – sinceramente, a narrativa sobre a Mafalda que eu escrevi na 4ª série era melhor que minha primeira fanfic, no finalzinho de 2012 –, mas tento aprimorar até hoje e até mudei meu gênero (de contemporâneo a fantástico – como isso soa bonito, né?). O único probleminha é que, mesmo sendo apaixonada pela escrita e não conseguindo passar um dia sem praticar, tenho um problema sério para terminar o que começo (cheguei ao capítulo 29 de uma fic de 30 e DESISTI. Apaguei a história do site e pronto). A única coisa que fazia com que eu me sentisse na obrigação de terminar minhas histórias era ler pra minha irmã, mas ela não gosta tanto de histórias como dizia e hoje eu já não mostro pra ninguém minhas coisas. Além disso, eu sempre acho que posso ter outra ideia melhor, vivo começando histórias e deletando outras e até hoje não terminei nada (além de uma short de 5 capítulos).
    Caso um dia decida responder, meu e-mail vai estar ali embaixo. Thx, pessoas que lerem isso até o final.

  24. Gostei, achei interessante abordar esse assunto fico feliz que escritores experientes ajudem as pessoas que tem a mesma paixão pela escrita :)

    Eu tenho um site que publico tudo que escrevo.

    – Guilherme Santos, 17 anos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *