Arquivos da categoria: Perguntas & Respostas

“Quero ser um escritor, que curso devo fazer?”

Pelos relatórios de acesso do blog, nossa seção mais popular é a Perguntas & Respostas. Quando criei o blog lá 2008 era justamente porque não encontrei ninguém na internet dando dicas sobre publicação literária em português. Eu era uma dessas pessoas angustiadas por um pouquinho de luz nessa tarefa e por isso entendo tanta gente acabar chegando aqui por esse seção.

Bom, já se vai mais um ano desde o último post — e eu já expliquei nessa mesma seção um pouco do porque eu publico tão pouco — mas tive um troca de emails que mereceu MUITO vir pra cá.

Olha só o email que eu recebi do Willian: Continue lendo “Quero ser um escritor, que curso devo fazer?”

[Perguntas & Respostas] Por que você posta tão pouco?

A pergunta de hoje é da Débora Yohanan e surgiu lá nos comentários da postagem das árvores:

Olá Bruno, eu acompanho o aprendiz de escritor faz um tempo, uns 3 anos se não me engano e eu não entendo porque eu não vejo mais posts por aqui, não sei se você deixou de lado a inspiração para escrever no blog, ou se está muito ocupado para poder continuar postando, eu só queria dizer que dentre tantos blogs, sua história minha inspirou, você simplesmente é um aprendiz, e nesse processo também se tornou um mentor, compartilhando suas experiências e levando as pessoas, inclusive a mim, textos inteligentes e de conteúdos interessantes para incentivar os iniciantes, os aspirantes a escrever. Então eu gostaria de saber porque você anda sumido; Você desistiu do blog? Está planejando algo novo? Não sei se pude me expressar bem aqui nessas poucas palvras, mas seria legal uma resposta.

Oi Débora!

Primeiro, gratidão pelas palavras. Você já sabe usá-las direitinho para emocionar.

E, olha, que pergunta difícil. 

Parei agora pra olhar — agorinha mesmo, enquanto escrevia isso — e me dei conta que criei o blog dia 19 de março de 2008, amanhã faz exatamente SEIS anos que comecei!

Seis filhotes fofinhos que não tem nada a ver com o texto, só pra deixar vocês com cara de “óunnnnn” e a postagem mais aderente aos mecanismos de busca do Google, ok?

Puxa vida, seis anos! Se o blog fosse uma pessoa, ele já estaria entrando na escola! (risos) e há seis anos eu tinha decidido que levaria um pouco mais a sério essa coisa de escrita que tinha ficado encostada tanto tempo. Me meti numa enxurrada de palestras e cursos, conheci pessoas incríveis, vivi experiências inimagináveis e vejo que o blog foi uma ferramenta incrível para pontuar diversas etapas dessa minha jovem carreira.

Continue lendo [Perguntas & Respostas] Por que você posta tão pouco?

[Perguntas & Respostas] Dá pra começar pela crônica?

A pergunta de hoje veio da Silvia, nos comentários da última postagem dessa série:

Leio de tudo mas gosto mesmo é de crônicas… Dá pra começar por aí? Poderia indicar alguns autores “obrigatórios” que seguem esse estilo literário ou que ajudariam um pretenso autor? Agradeço imensamente!

Oi Silvia.

Dá sim. Na verdade, acredito que hoje em dia isso seja mais comum do que você imagina.

Explico.

Atualmente, a crônica privilegia o jornalismo e sugere um gênero chamado pela crítica literária de “não-ficção”. Esse gênero vem sendo revolucionado pela explosão dos blogs e redes sociais que, nas duas últimas décadas, têm formado inúmeros escritores e leitores. Ou seja, como muita gente começa suas leituras e escritas espontâneas através desses canais,  tem muita carreira literária começando pela crônica.

Adorei sua pergunta porque você já se prontificou a pesquisar o tema antes de sair escrevendo. Eu sempre digo que é preciso ler, no mínimo, o triplo do que se escreve. Aí, pra retribuir caprichando ainda mais na sua resposta, chamei uma amiga que é especialista nesse gênero pra responder sua pergunta.

Com a palavra, a jornalista Nanete Neves.

Continue lendo [Perguntas & Respostas] Dá pra começar pela crônica?

10 Clichês para afundar sua história na mesmice

Cansado de recusar originais que não tinham nada de originais, Rob W. Hart, um autor e editor norte americano, escreveu os 10 clichês narrativos devem parar de ser usados. O Tio Nitro traduziu e resumiu bem, mas o artigo completo explica: 1) por que é tão fácil cair nessas armadilhas, e 2) quais os principais motivos delas estarem tão por fora.

Continue lendo 10 Clichês para afundar sua história na mesmice

[Perguntas & Respostas] Conto ou Romance: por onde eu começo a escrever?

Hoje a pergunta veio pelo Facebook do Aprendiz, do Thiago:

A questão é a seguinte, eu adoro literatura, desde Guimarães Rosa, Charles Dickens e Machado de Assis até Stephen King, Terry Pratchett e Tom Clancy (também leio Harry Potter sem dó). Sou apaixonado por boas estórias e enredos.
Eu também adoro criar, então, vira e mexe me dá uns comichões de querer escrever alguma coisa… fico pensando se escrever contos é um bom começo. O que vc me diz?

Oi Thiago.

O passo mais importante você já executa: lê bastante. Isso é ótimo. prova disso é o português do teu comentário. Uma pergunta bem construída com palavras legais e referências bacanas. Dá pra sentir até a sua postura no texto.

Nessa etapa inicial onde estamos apenas projetando idéias — chamada de concepção — o mais importante é apenas produzir.

Não “pense” em escrever conto, romance, poesia nem nada disso. Vai te limitar.

Só escreva. Depois é depois.

Continue lendo [Perguntas & Respostas] Conto ou Romance: por onde eu começo a escrever?

22 Regras Narrativas da Pixar

A Emma Coats trabalhou na Pixar — o estúdio de animação favorito de 11 entre cada 10 Aprendizes de Escritor. Aí ela twittou 22 regras valiosas que aprendeu durante seu tempo no estúdio de animação.

 Pixarlogo1

Eu sei, faz quase um ano já — eu jurava que tinha postado aqui! Só que não. E são exercícios incríveis para quem se interessa em contar histórias ou escrever roteiros.
Continue lendo 22 Regras Narrativas da Pixar

10 obras essenciais na minha formação como leitor

Muita gente aqui do blog já conhece e participa dos Escritores de Quinta, um projeto do SESC Pinheiros para um bate-papo literário multimídia onde eu atuo como um dos curadores.

Se você ainda não conhece, visite o nosso blog, acompanhe as novidades pela nossa página no Facebook ou pelo Twitter do projeto. Ou melhor ainda: apareça! Estamos lá no SESC Pinheiros sempre na última quinta-feira de cada mês.

Para a a reunião de ontem, o desafio lançado aos participantes foi o de tirar a gravata e confessar os livros essenciais na sua formação como leitores. A idéia era a elaboração de uma lista com os 10 livros que mais marcaram sua trajetória literária.

Não se trata de uma competição de ego para ver quem traz ou indica os livros mais cultos e sim da apresentação de livros-chave na sua trajetória como leitor.

Se eu me confessei por lá, seria covardia não me confessar por aqui, né? 🙂

[CARTAS] O Trinômio Mágico do Aprendiz de Escritor

Lógico que quando montei o blog, imaginei que ele seria útil para outros aspirantes à pena, mas eu sempre me surpreendo com a quantidade de emails que recebo. É um monte de gente interessada em busca de orientação sobre como começar a escrever.

De vez em quando, eu peço permissão aos meus remetentes para publicar aqui no blog os resultados dessas trocas de emails. Algumas das postagens mais populares aqui do blog surgiram assim. É aquela coisa,  a dúvida de um muitas vezes é de muitos e acabamos nos ajudando mutuamente: vocês aí perguntando e eu aqui respondendo.

Hoje eu é a vez da Mari, numa angústia que é comum a quem, ao contrário de mim, descobre a paixão pela literatura bem cedo

Olha só.

Continue lendo [CARTAS] O Trinômio Mágico do Aprendiz de Escritor

“Por que é tão difícil escrever?” Um texto e 6 dicas da Dora Lorch

Condensei e adaptei num só artigo as duas partes que compõem esse ótimo texto que recebi da psicoterapeuta Dora Lorch.

Você encontra esses muitos outros artigos sobre psico na íntegra lá no blog dela.

Quantas vezes temos uma idéia brilhante e achamos que esta idéia daria um artigo, um livro, uma peça? Mas ao sentarmos em frente ao computador, de repente a idéia vai embora, talvez não totalmente,  falta  alguma coisa para que a escrita saia. Cada frase, cada pensamento nos remete a críticas que alguém possa fazer. Tudo nos leva ao fracasso.

Continue lendo “Por que é tão difícil escrever?” Um texto e 6 dicas da Dora Lorch

Dica gozada para aprendizes maiores de idade!

Direto de um bate papo por email com uma das criaturas literárias mais interessantes que eu conheço:

Adoro essas fórmulas [de escrita] que para pouco servem.

Eu trepo, trepo e, enquanto fumo meu cigarrinho pós, sempre tenho um caderninho perto para anotar as ideias que vêm com o gozo.

Gozado, né?

Continue lendo Dica gozada para aprendizes maiores de idade!