Arquivo da tag: ESDC

James McSill em São Paulo: as inscrições encerram amanhã!

Na minha opinião, a pior coisa para um autor é ouvir que aquela tão trabalhosa estória que ele escreveu não serve para publicação. Nós, que escrevemos, queremos criar uma estória de que todos — ou, ao menos, muitos no segmento para o qual escrevemos — gostem; que fiquem implorando por mais estórias como aquela.

Mas, o que acontece quando os cumprimentos não aparecem?

É com essa frase que o simpático romancista, tradutor e editor James McSill dá início a um dos desafios literários mais curiosos que já vi pela internet, as Chibatadas! 😯

Ex-consultor editorial da editora inglesa HarperCollins, essa fera ministra cursos e palestras sobre preparação e adequação de textos no Reino Unido, Espanha e Portugal e, adivinha? Brasil! Ele estará em São Paulo na semana que vem para promover uma palestra chamada  “Sua Obra e as Editoras no Brasil e no Exterior”,  um evento beneficente promovido pelo site Mesa do Editor e pela consultora literária Kyanja Lee. Confira!

Continue lendo James McSill em São Paulo: as inscrições encerram amanhã!

Mais sobre o dia do livro, vocação e profissão!

Em comemoração ao dia do livro, o programa Panorama da Rádio Eldorado AM entrevistou o magistral Pedro Bandeira, por quem eu alimento um extremo sentimento de gratidão!

Foi esse vovô de risada fácil, simpatia contagiante e cheio de paixão pelas palavras que escreveu alguns dos livros que eu mais curti na minha época de colegial! Quem não leu A Droga da Obediência ou Anjo da Morte que atire a primeira pedra!

Para os que perderam a conversa incrível da locutora Vanessa Di Sevo com o Mestre Bandeira, a rádio disponibiliza gratuitamente o áudio de todos os programas pelo site e você pode escutar a entrevista completa clicando aqui.

Continue lendo Mais sobre o dia do livro, vocação e profissão!

Links Potencialmente Interessantes 2

Já terminaram de conferir a minha primeira saraivada de Links Potencialmente Interessantes? Bom, minha curiosidade incontrolável e a necessidade irrefreável de sair clicando em cima de tudo que me vem pela frente vai me obrigar a fazer pelo menos uma postagem dessas por mês!

Na primeira paulada, encontrei novos sites e blogs bem legais, fiz novos amigos e peguei umas dicas ótimas. Ou meu faro é muito bom, ou eu dei é uma tremenda de uma sorte.

Dessa vez, tentei priorizar temáticas diferentes: reforcei as discussões sobre o webwriting (um assunto que deu o que falar por aqui), citei a inevitável reforma ortográfica, incluí algumas piadinhas para escritores e listei as curiosidades literárias que encontrei no mar da web. Os artigos sobre literatura infantil não estão perdidos, é que esse é o módulo do em que estamos agora, lá na pós. Inevitável que eu leia à respeito esse mês.

Continue lendo Links Potencialmente Interessantes 2

Agora só falta aprender a digitar em posição de lótus!

Natalie Goldberg — escritora, espiritualista e professora de escritores — chegou de sopetão ao meu universo numa indicação bem informal da minha valiosíssima namorada. A premissa da professora Goldberg (menos regras, mais inspiração) tem tudo a ver com a última aula do Professor Gabriel no módulo Literatura Infantil.

Achei suprema a indicação. A autora fala num timbre de voz que ilustra claramente sua proposta: unir a escrita com a prática de meditação. O volume chega em casa na próxima semana, junto de outras encomendas. Entretanto, você pode ler o comecinho “digrátis” — astutamente disponibilizado pela editora na rede — as maravilhas do universo virtual, que também concede um desconto aos que ousarem comprar através dele.

Continue lendo Agora só falta aprender a digitar em posição de lótus!

Web Writing: O Apocalipse Digital

Nada temas das coisas que hás de padecer. Eis que o diabo lançará alguns de vós na prisão, para que sejais tentados; e tereis uma tribulação de dez dias. Sê fiel até à morte, e dar-te-ei a coroa da vida.

— Apocalipse 2:10

Velha discussão nova: páginas concretas e cheirosas vs. praticidade abstrata irrefreável (ou decomposição antiquada versus impessoalidade desconfiável, dependendo de qual lado se está na balança).

Em vias de começarmos o curso de Webscrita, lá na pós graduação, li mais uma do Websinder, dessa vez com as 39 pistas do meu xará carioca Bruno Rodrigues, um verdadeiro mestre na arte do Web Writing. (clique aqui e aqui — e prepare-se para navegar por longas horas — se quiser ser um faixa preta do Web Writing você também).

Continue lendo Web Writing: O Apocalipse Digital

Escrevendo um livro na web

Navegando por aí, separei alguns links interessantes para quem está usando (ou pensando em usar) a internet para escrever, divulgar, compartilhar e até publicar obras literárias. Aliás, quanto mais eu navego, mais me surpreendo com o potencial rizomático da internet (e com a profundidade que o meu nível de curiosidade alcança).

Veja você: tudo começou quando o amigo Johnny Menezes (conhecedor das minhas aspirações literárias) me deu a notícia (via MSN, óbvio), sobre um dos projetos que o pessoal do Sendentário & Hiperativo (um blog bam-bam-bam e legalzão sobre nerdices), o Comedor de Lixo.

No primeiro capítulo, o autor se apresenta e explica que o blog será fruto de uma colaboração coletiva feita através dos comentários. Meu destaque vai pra idéia-tema e, principalmente, para a moral da história escolhida.

Continue lendo Escrevendo um livro na web

Leitura nossa de cada dia nos dai hoje…

O Leituradiaria.com foi uma dica preciosa de um dos professores mais cinematográficos que já tive, Luiz Roberto Dias de Melo — que não podia ser diferente, afinal ele nos dá aulas sobre roteiro!

Com atualizações constantes, esse site é como se fosse uma biblioteca virtual, só que ao invés do leitor ter que ir buscar os livros, fazer cadastro, ficar na fila, preencher fichas, pagar taxas e blá-blá-blá, é a biblioteca que vem até o leitor, sem nenhuma complicação! Você recebe sua leitura diária por e-mail, rss e até por celular!

Basta acessar o site e usar o sistema de busca — por título, autor e até por gênero, sem cadastro nem nada — e encontrar algo interessante para ler.  Depois, bastam três cliques (na mesma página) para escolher quando (manhã, tarde ou noite), quanto (tamanho do trecho por tempo de leitura) e como (e-mail, RSS e até celular!) você quer receber os trechos da leitura escolhida! Depois é só esperar e curtir!

Continue lendo Leitura nossa de cada dia nos dai hoje…

“Preciso de um título? E agora?”

Essa pergunta nasceu hoje (boa Petê), lá pela lista de discussão por e-mail da turma do curso de pós graduação. Segue um resumo das questões que começaram essa discussão e, logo abaixo, minha pretensiosa opinião de aprendiz à respeito do assunto:

1. Como o título influencia no sucesso (ou fracasso) de uma obra?
2. Como escolher um bom título sem cair no clichê ou entregar os pontos da obra?
3. Que vocês acham da liberdade no momento da tradução de um título, sem se importar com o veículo (cinema, teatro, literatura, artes plásticas…)?

Continue lendo “Preciso de um título? E agora?”

“Por que ‘Aprendiz de Escritor’?”

Eis que hoje, ao abrir meu painel de administração do blog, me deparo com um recado muito simpático (e extremamente pertinente):

Olá caro amigo Aprendiz!

Desculpe utilizar-me deste post para lhe contatar, porém não encontrei um formail ou contato direto no seu blog. Inicialmente parabéns pelo blog.

Estou escrevendo pelo seguinte fato: estou desenvolvendo uma pesquisa sobre o termo “Aprendiz” e obviamente o bom e velho Google me levou para seu blog.

Gostaria de saber de você por que escolheu este nome e o que ele “Aprendiz” significa pra você!

Aguardarei com alegria seu retorno,
Abraços,

Continue lendo “Por que ‘Aprendiz de Escritor’?”